Tudo sobre Fimose

Você sabe o que é fimose, quais são os sintomas e se existe algum tratamento? Caso a resposta for não, você está no lugar certo. 

Tudo sobre Fimose

Neste artigo falaremos tudo sobre a fimose, desde o que é até como diagnosticar e se tratar. Para ficar por dentro desse assunto é só continuar a leitura!

O que é fimose? 

Basicamente, a Fimose é o excedente de pele que recobre o pênis impedindo que a glande seja exposta. 

Isso acontece geralmente com bebês meninos e é algo que pode sumir conforme o passar do tempo. Porém, se o problema prosseguir até a adolescência é necessário procurar um médico para realizar a cirurgia de remoção da pele.

A boa notícia é que essa cirurgia é considerada simples e de pouco risco. Sendo assim, é muito melhor fazê-la o quanto antes do que continuar com o problema, já que se a fimose se estender até a fase adulta pode acabar trazendo sérios riscos à saúde. 

Alguns dos problemas que podem ser causados na vida adulta pela fimose são problemas no desempenho sexual e até mesmo câncer.

Pensando nisso, fique sabendo que é possível solicitar a cirurgia gratuitamente pelo SUS (Sistema Único de Saúde). De qualquer forma, o seu caso será analisado com calma antes de qualquer coisa. 

Sintomas de Fimose 

Sintomas de Fimose 

Para diagnosticar a fimose, você precisa apenas realizar o exame físico feito em uma análise clínica por um médico urologista. Por meio dele, pode-se constatar se a glande (cabeça do pênis) ficou exposta ou não ao recuar a pele.

Lembrando que se descoberto quando bebê, é possível realizar a cirurgia imediatamente. A fimose pode ser descoberta nas consultas da criança até os cinco anos de idade.

Um dos sintomas em crianças são inflamações e irritações constantes na área afetada.

Se o seu caso de fimose for secundária, ou seja, que apareceu na adolescência ou até mesmo na vida adulta, você mesmo pode reparar se existe alguma dificuldade em retrair a pele no local, e se esta for verificada, é recomendável dirigir-se a um médico urologista. 

Nessa consulta será realizado um exame clínico, e se constatada fimose, você pode junto ao seu médico decidir os próximos passos do tratamento. 

Existe fimose feminina? 

Muitas pessoas acreditam que a fimose feminina não existe, mas não é bem assim.

Existem alguns casos raros em que a mulher pode ter fimose, isso acontece quando os pequenos lábios recobrem totalmente a abertura vaginal.

Essa condição é rara e necessita de acompanhamento médico para resolver o problema. Alguns dos tratamentos indicados pelos médicos é a aplicação de uma pomada com estrogênio, porém depende de cada corpo. 

Dessa forma, caso perceba que tem essa condição procure um médico para mais informações.

Tipos de Fimose 

Como dito anteriormente, existem dois tipos de fimose. Um deles é conhecido como fimose fisiológica, que é quando a doença é diagnosticada nos primeiros cinco anos de idade de uma criança. 

Já o segundo tipo de fimose é conhecido como secundária, já que pode surgir em qualquer fase da vida de um homem e pode ser decorrente, por exemplo, de alguma infecção forte ou traumatismo peniano.

Como é feita a cirurgia de fimose? 

A cirurgia é a última opção caso você tenha fimose secundária.

O primeiro tratamento indicado é a aplicação de pomadas à base de corticoides com propriedades antibióticas,  anti inflamatórias e analgésicas que facilitam o deslocamento da pele sobre a glande.

Na fase infantil após os cinco anos de idade é recomendado o exercício de retração da fimose, de forma delicada e sem machucar.

Esse movimento faz com que a pele vá se soltando aos poucos, diminuindo a incidência da fimose.

Caso nenhuma das opções surta efeito, a cirurgia é uma opção.

Ela funciona da seguinte forma: são feitos pequenos cortes na fimose, para que a glande possa se movimentar ou você pode optar por remover todo o excesso de pele que recobre a glande.

Outra opção é o corte que libera o freio curto do pênis.

Lembre-se de que é importante consultar um médico, pois cada corpo demanda um tipo de procedimento, certo? Mas, fique tranquilo, a cirurgia conhecida como postectomia não é complexa e possui poucas chances de complicações.

Problemas de fimose prejudicam a vida sexual?

Sim, a fimose pode prejudicar a vida sexual do homem – mais especificamente pode prejudicar a fertilidade, ao dificultar a saída do sêmen. 

Por esse motivo, a cirurgia deve ser feita preferencialmente antes da adolescência, que é a fase onde o jovem começa a ser sexualmente ativo.

Além disso, ao se ter fimose quando adulto o homem está mais propenso a ter uma DST (Doença Sexualmente Transmissível), e em casos mais graves até câncer de pênis.

Em suma, agora ficou mais fácil saber o que é a fimose e quais os procedimentos existentes para curá-la. Caso tenha alguma dúvida deixe um comentário abaixo para que possamos te ajudar.

Deixe um comentário